Vaga – Técnico de segurança do trabalho

  Horário: 08:00 as 18:00 Segunda a Quinta - 08:00 as 17:00 Sexta Feira.   Local de trabalho: Diadema - SP   Descrição da Função:
  • Informar a empresa através de parecer técnico sobre os riscos existentes;
  • Executar os procedimentos de segurança e higiene e avaliar os resultados alcançados de maneira a integrar o processo prevencionista em um planejamento;
  • Acompanhar a brigada de incêndio e os integrantes da CIPA em todas as avaliações de risco;
  • Elaborar relatório mensal ou periódico de segurança do trabalho e meio ambiente;
  • Elaborar documentação referente aos acidentes de trabalho e ambientais ocorridos;
  • Elaborar, participar da elaboração e implementar procedimentos operacionais de saúde e segurança do trabalho;
  • Realizar auditoria, acompanhamento e avaliação na área;
  • Desenvolver ações educativas na área de saúde e segurança do trabalho;
  • Participar de pericias e fiscalizações;
  • Participar  de avaliação de novos postos e processos de trabalho;
  • Gerenciar documentação de SST;
  • Analisar acidentes e recomendar junto com CIPA as medidas de prevenção e controle;
  • Realizar entregas e controle de resíduos junto a órgãos governamentais;
  • Gestão de licenças obrigatórias;
  • Conhecimento de legislação trabalhista voltada para segurança do trabalho
  • Conhecimento em implantação de ISO 14001;
  • Conhecimento em chão de fábrica.
  Formação acadêmica necessária:
  • Curso técnico em segurança do trabalho;
  • Inglês em nível básico.
  Interessados deverão enviar currículo para: fabio.cardoso@component.com.br

eSocial prevê multas para empresas que não implantarem corretamente o sistema

Em 2018, o eSocial será implantado em diversas fases de acordo com o faturamento das empresas. Neste momento, a empresas adotarão o sistema como uma nova rotina dentro do departamento, visto que implicará uma série de cadastros e envios previdenciários para o Governo Federal. Dentre as exigências que impactam nas empresas, entra em vigor, a aplicação de multas em caso de omissão de informações, falta de atualização de dados e não envio de comprovantes. Neste primeiro momento, as empresas com faturamento acima de R$78 milhões deverão fazer a qualificação cadastral e implantar o sistema de acordo com as datas descritas no cronograma de implantação. Segundo matéria publicada no Portal eSocial,

12. Quais as penalidades que as empresas estão sujeitas, caso não cumpram algum quesito?

Basicamente, serão as mesmas penalidades a que estão sujeitas hoje pelo descumprimento de suas obrigações. Não há cobrança de multas para a empresa que não aderir ao sistema de forma imediata. No entanto, o processamento e quitação das obrigações rotineiras da empresa para com a administração federal ficará praticamente inviável, se ela não se adequar ao eSocial.

Confira mais notícias no site oficial do Governo Federal e fique atento às mudanças que impactam no departamento pessoal.  
Precisa de ajuda na implantação do eSocal na sua empresa? A Naif pode te ajudar! 
Entre em contato conosco e saiba como: Entre em contato conosco: contato@naifrh.com.br  Érica Brocanelli Ricardo Campos William França Caroline Soares