De olho em uma nova oportunidade

Quando se está à procura da oportunidade que lhe colocará novamente no mercado de trabalho, é comum a sensação de que estamos perdidos e sem rumo a tomar. A bem da verdade, é que o tempo parece nos pressionar e a ansiedade, muitas vezes, toma conta de nós.

E o que fazer nessa hora? Chorar e se lamentar pelo ocorrido? Correr e desistir no primeiro obstáculo? Gritar e implorar que alguém o contrate? Esbravejar, culpando todos a sua volta? Não, nada disso! O melhor a fazer é respirar fundo e ter um plano de ação em que consiga por em prática.

Então pare! Isso mesmo, pare! Respire fundo e tire a sensação de que cada minuto parado estamos pagando uma penitência, que estamos sendo castigados e que tudo é um peso muito grande para se carregar. Pronto! Agora mais relaxado, podemos continuar. Aposto como você já se perguntou:

1. Por onde eu começo? 2. Como redigir um currículo? Quais informações precisam ter? 3. Como inicio o processo de busca? 4. O linkedin é importante? Ele dá resultado?

Mas calma! É preciso ter disciplina e foco na busca, pois é um momento delicado da nossa vida, que mexe com o lado financeiro e familiar. Perder o emprego traz impactos bastante significativos, pois isso, mãos à obra no planejamento estratégico.

Dá uma olhada na lista de passos que separei para você:

O primeiro passo: A autoavaliação O autoconhecimento é o primeiro passo para o sucesso profissional. Por isso, pare e reflita através de uma retrospectiva de carreira e identifique:

1. Quais os seus pontos fortes e os pontos a desenvolver? 2. Como transcorreu sua carreira profissional? 3. Quais suas habilidades e qualidades? 4. O que te levou a ser demitido? 5. Você precisa mudar de postura ou atitude? 6. Quais as lições aprendidas? 7. Que tipo de modelo de trabalho eu desejo?

Esses são apenas alguns exemplos de perguntas que você deve fazer para você mesmo, até que esteja preparado para ir à próxima fase: O Currículo.

O segundo passo: O Currículo O preparo do currículo é o ponto de partida para se candidatar a qualquer vaga disponível, e será muitas vezes, a sua porta de entrada para àquela vaga tão esperada.

Além dos dados pessoais completos, é importante elaborar uma apresentação que chame a atenção do recrutador, em que tenha um resumo de suas principais habilidades e qualidades. É indispensável ser claro, objetivo e organizado. E caso possua mais de uma área de interesse, mencione apenas o necessário para aquela vaga e tenha um currículo diferente para cada objetivo.

E, por favor! Não coloque nenhuma palavra que desconheça o significado ou alguma tarefa / experiência que não saiba executar. Evite erros de português e currículo com mais de duas páginas. Atenção especial ao layout e diagramação do currículo. Isso conta muito quando o recrutador está em posse de seu documento. Não é uma regra, mas é importante, que o currículo quando enviado seja encaminhado em pdf para evitar possíveis problemas no recebimento.

O terceiro passo: A Busca Não tenha vergonha! Aprendi que é válido procurar amigos, contatos, parentes e até conhecidos, o que pode ajudá-lo a se recolocar mais rápido. A comunicação é importante nesse momento e pode ser um fator determinante para você ser “lembrado” quando surgir uma vaga com o seu perfil.

Cadastre seu currículo em: 1. Sites de empresas de R&S. 2. Sites de empresas que tenham a ver com a sua expertise. 3. Linkedin (mantenha seu cadastro atualizado e adicione pessoas que possam contribuir com indicações e com possíveis vagas em sua área). 4. É válido ter uma lista de empresas para que possa enviar seus currículos.

Aqui vale enviar e-mail para seus contatos se colocando à disposição em caso de oportunidade na área. E por falar em e-mail, vamos falar um pouco sobre ele. Lembre-se de colocar no assunto que se trata de um Currículo, sua área de interesse e o seu nome. Isso facilita no momento do recrutador salvar o seu documento e te encontrar com mais facilidade. No corpo do e-mail faça um resumo de suas qualificações, isso ajudará o recrutador a ter uma ideia do que você faz. Não se esqueça de assinar com nome e sobrenome (isso cria uma identidade), e com o número de seu telefone.

O quarto passo: Continuando a Busca Diariamente, é preciso que você acesse todos os sites de vagas em que você se cadastrou para saber se possui vaga no seu perfil. Isso inclui também o linkedin que deve ser monitorado diariamente. Mantenha seu currículo sempre atualizado e só se candidate às vagas as quais você possui as competências necessárias e preencha todos os pré-requisitos para aquela função. Esteja atento às oportunidades que aparecem e mantenha consigo seu telefone para um pronto atendimento.

No próximo artigo, falaremos um pouco mais sobre técnicas e ações que possam ajudar nessa busca.

E lembre sempre: Nunca perca a Fé, esteja perto de pessoas que te queiram bem. Manter o equilíbrio emocional nesse momento será muito importante.

Até a próxima!

Tatiana Santos
Especialista em T&D
Posted in Geral, Matéria Geral, Noticias.

Deixe uma resposta